Síndrome do Ressalto do Quadril

 

O que é a Síndrome do Ressalto do Quadril?

 

É uma alteração do quadril onde os tecidos crepitam ao passarem por sobre certas estruturas.

 

Existem dois tipos básicos, a externa, que acontece na região lateral da coxa, e a interna, que envolve o lado interno da coxa.

 

A Síndrome do Ressalto do Quadril Externa é mais comum, e envolve isoladamente ou em combinação o músculo tensor da fáscia lata, a banda íliotibial e as fibras anteriores do músculo glúteo máximo passando por sobre uma proeminência do fêmur (trocânter maior).

 

A Síndrome do Ressalto do Quadril Interna, envolve o tendão do músculo íliopsoas que pode passar por proeminências do fêmur* ou do osso da bacia**. Pode também acontecer devido ao ligamento do quadril*** ressaltando no fêmur.

 

 

 

 

Síndrome do Ressalto do Quadril Externa

(por gentileza, informe se o vídeo não funcionar)

 

 

 

Quais os sintomas?

 

Os sintomas principais são a dor e os ressaltos, sendo que os ressaltos ocorrem quando a pessoa flete o extende o quadril. Via de regra, a dor é no local onde ocorre o ressalto, mas eventualmente pode se espalhar pela coxa ou até a coluna lombar. É importante dizer que nem sempre ocorre dor.

 

 

 

O que causa a lesão?

 

Em geral, a lesão vai ocorrer devido ao encurtamento dos tecidos envolvidos. Isso vai aumentar o atrito do tecido ao passar por sobre a proeminência óssea, gerando o ressalto. Esse encurtamento deve ser combinado com os movimentos repetitivos de flexão e/ou extensão do quadril. Esses movimentos repetitivos vão sobrecarregando os tecidos a cada ressalto, podendo então ser gerado processo inflamatório e degeneração do tecido, o qual pode ficar mais espesso agravando ainda mais o ressalto.

 

A Síndrome do Ressalto Externa ocorre pela extensão do quadril a partir de uma posição de flexão, ou o oposto. A Síndrome Interna ocorre quando o quadril se extende a partir da flexão com rotação externa.

 

 

 

O que causa a dor?

 

A dor vem do atrito, da inflamação e/ou da degeneração do tecido que passa pela proeminência. Conforme mencionamos, a dor nem sempre está presente.

 

 

 

O que causa o barulho?

 

O ressalto. Quando o tecido passa por sobre a proeminência pode haver o estalido ou o “click”.

 

 

 

(*) trocânter menor, cabeça do fêmur

(**) eminência íleopectínea, espinha ilíaca Antero-inferior)

(***) ligamento íleofemoral, passando pela cabeça do fêmur ou pela cápsula anterior do quadril

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

DMCA.com

Todos direitos reservados a OPTIMA FISIOTERAPIA | 2010 Desenvolvido por: Guara