Alterações de Movimento e Lesões - Dor Patelofemoral 3

 

 

 

 

Em mais um estudo prospectivo que relaciona o movimento ao surgimento da dor patelofemoral, foram estudados 102 corredores iniciantes  (desses 89 eram mulheres), que tiveram a pressão que seus pés aplicam ao solo durante a corrida mensurada.

 

Todos participaram de um programa para corredores iniciantes, que durou 10 semanas. 17 dos 102 participantes (16 mulheres) desenvolveram a dor patelofemoral.

 

Os dados encontrados, basicamente, dizem que havia um maior impacto durante a pisada nos indivíduos que desenvolveram dor patelofemoral. Ou seja, o maior impacto durante a corrida, predisporia ao desenvolvimento dessa condição.

 

O maior impacto está, na verdade, relacionado a uma alteração na realização do movimento, ou seja, do gesto esportivo. Esse gesto poderia promover aumento do impacto de diferentes formas (muita oscilação vertical na corrida, mal posicionamento da perna no momento do contato com o solo, dentre outras), mas essas alterações não foram analisadas. A mensagem que importa passar é a de que a correção do movimento poderia promover a diminuição do impacto e, assim, contribuir para a prevenção desse tipo de lesão.

 

Um outro aspecto a ser mencionado é que também foi analisada a postura do pé nos indivíduos participantes, sendo que não foram encontradas relações entre postura e a lesão (ou seja, o fato do pé estar pronado, supinado ou normal não foi correlacionado com o surgimento da dor patelofemoral).

 

 

 

Referências Bibliográficas:

 

THIJS et al - Gait-related intrinsic risk factors for patellofemoral pain in novice recreational runners – Br J Sports Med, 2008.

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

DMCA.com

Todos direitos reservados a OPTIMA FISIOTERAPIA | 2010 Desenvolvido por: Guara