Tendinopatia Patelar - um tratamento eficaz

(tendinite patelar, tendinopatia de quadríceps)

Esse texto é dirigido a profissionais da saúde, embora possa também ser do interesse de não profissionais. Sugerimos, porém, que não realizem qualquer das atividades aqui descritas sem a presença do profissional apropriado.

 

 

 

local da dor na Tendinopatia Patelar

 

 

 

 

Nos últimos anos uma série de artigos vêm revelando a utilidade do treinamento excêntrico no tratamento das tendinopatias. As tendinopatias de Aquiles tiveram uma atenção especial, assim como as de quadríceps (tendinopatia patelar). Um artigo publicado em 2004 comparou dois métodos de realização do treinamento excêntrico e o efeito de cada método nos sintomas de pessoas (atletas) com tendinopatia patelar.

 

Nesse estudo, o treinamento excêntrico foi realizado usando-se o agachamento unipodálico. O exercício é feito realizando-se a fase excêntrica (o dobrar do joelho) com apoio na perna com a lesão apenas, mas na fase de levantar (fase concêntrica) deve-se usar a outra perna. Como mencionado, o estudo comparou dois métodos de realizar esse treinamento. O primeiro método é feito com o apoio do pé no solo, enquanto no segundo método, o apoio é sobre uma superfície declinada (a 25º).

 

Utilizou-se 3 séries de 15 repetições, feitas 2 vezes ao dia, durante 12 semanas. As repetições deveriam sempre ser realizadas com um pouco de desconforto. Se não houvesse esse desconforto, aumentava-se a carga (através de uma mochila usada nas costas onde se colocava o peso).

 

Após as 12 semanas, os resultados revelaram uma diminuição significativa nos níveis de dor dos participantes que realizaram o treinamento com a superfície declinada. Em relação à capacidade de realizar atividades, a maior parte dos participantes que realizaram o agachamento apoiados no solo (8 indivíduos de 9) foram encaminhados para tratamento cirúrgico, enquanto apenas 1 voltou ao seu nível de atividade anterior à lesão. No grupo que realizou o treinamento com a superfície declinada, 6 de 8 pacientes foram capazes de voltar aos seus níveis anteriores de atividade (os outros 2 foram encaminhados para tratamento cirúrgico). No acompanhamento realizado 15 meses depois do início do tratamento, apenas 1 desses 6 pacientes teve recidiva de tendinopatia.

 

Houve uma diferença clara entre os grupos, sendo que aquele que realizou o treinamento com a superfície declinada obteve melhores resultados. Os autores acreditam que isso tenha acontecido pela menor tensão muscular na panturrilha devido à superfície declinada, o que permite trabalhar mais isoladamente o joelho.

 

 

Referências Bibliográficas:

PURDAM et al – A pilot study of the eccentric decline squat in the management of painful chronic patellar tendinopathy – Br J Sports Med – 2004.

 

 

 

 

Comentários   

#1 rodrigo cunha 07-01-2014 16:40
Boa tarde meu nome é Rodrigo tenho 27 anos e ando de skate a 15 anos não profissionalmen te mas com uma intensidade considerável. Sofro de tendinite patelar a quase três anos, nesse meio tempo fiz muita fisioterapia e até tratamento com ondas de choque, massagens etc... mas nunca fiz exercícios como esses , gostaria de saber se é recomendável eu tentar pois gostaria de evitar o tratamento cirúrgico. obrigado! Se sim onde eu consigo uma plataforma inclinada para os exercicios? obrigado!
Citar
#2 Claudio Rubens 13-01-2014 13:57
Prezado Rodrigo,

esses exercícios podem ser recomendados, mas somente se você estiver sob supervisão de um profissional que os indique. Não há como recomendar um exercício de maneira genérica. Consulte um profissional e converse com ele a respeito.

A plataforma é conseguida em lojas de equipamentos de fisioterapia ou artigos esportivos.

Atenciosamente,

Dr. Claudio Rubens
Fisioterapeuta
Crefito 3 - 45360-F
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

DMCA.com

Todos direitos reservados a OPTIMA FISIOTERAPIA | 2010 Desenvolvido por: Guara